Conheça os religiosos que marcaram a história dos 300 anos de Nossa Senhora Aparecida

No mês de Agosto está sendo celebrado o mês das vocações, portanto é importante lembrar os diversos leigos, padres, bispos e papas que marcaram a história dos 300 anos de encontro da imagem e devoção a Nossa Senhora Aparecida.

Por este motivo, nesse tricentenário comemoramos também a entrega e a dedicação de tantas pessoas que fazem a história da Mãe Aparecida acontecer e ajudam na construção do Santuário Nacional e na realização de todas as obras sociais e de evangelização.

Leia também:
Casa da Moeda lança conjunto de medalhas pelos 300 anos de Aparecida
Vaticano anuncia representante do Papa para os 300 anos de Aparecida

Confira a lista de alguns padres importantes para os 300 anos:

* Padre José Alves Vilella, vigário paroquial na Igreja de Santo Antônio de Guaratinguetá – responsável por motivar a construção da primeira capela dedicada a Nossa Senhora Aparecida em 1740, no Porto Itaguaçu;

*Bispo do Rio de Janeiro, Dom Frei João da Cruz – em 1743, aprovou o culto a Nossa Senhora Aparecida e autorizou a construção da primeira Igreja no centro da cidade de Aparecida;

*Padre Joaquim Pereira Ramos – primeiro vigário do Santuário de Aparecida no período de 1768;

*Dom Lino Deodato Rodrigues de Carvalho, bispo de São Paulo – responsável por assinar o título da Basílica Velha à Episcopal Santuário de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, em 1893;

*Missionários Redentoristas – em 1894 chegaram a Aparecida e assumiram o compromisso dos cuidados pastoral do Santuário e a difusão da devoção de Nossa Senhora Aparecida;

*Dom Joaquim Arcoverde, Arcebispo do Rio de Janeiro, primeiro Cardeal do Brasil – um dos responsáveis pela proposta da coroação da imagem de Nossa Senhora Aparecida. O tema foi sugerido em 1901, na primeira Conferência dos Bispos da Província Meridional do Brasil, realizada em São Paulo;

*Bispo de São Paulo, Dom José de Camargo Barros – ficou marcado na história dos 300 anos, por coroar pela primeira vez, a imagem de Nossa Senhora Aparecida em 1904;

*Papa Pio X – concedeu a realização de missa e ofício dedicados a Nossa Senhora Aparecida em 1906;

* Dom Duarte Leopoldo e Silva, arcebispo de São Paulo – Em 1908 pediu e conseguiu o título e o privilégio de Basílica Menor para a Matriz Basílica.

*Reitor do Santuário, pe. José Francisco Wand – Iniciou no final de 1925, a construção de uma capela como lembrança da pesca da imagem. A capela foi inaugurada em 6 de abril e 1926;

*Dom Sebastião Leme, Cardeal Arcebispo do Rio de Janeiro – apresentou aos bispos a proposta para pedir a Santa Sé que declarasse Nossa Senhora Aparecida Padroeira do Brasil.

*Pio XI – Declarou Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil em julho de 1930;

*Pe. Antão Jorge, vigário da Basílica de Aparecida – responsável por presidir a benção e o lançamento da pedra fundamental do novo Santuário de Aparecida em 1954;

* Cardeal Dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Motta, primeiro arcebispo de Aparecida – responsável por encomendar o projeto da nova Basílica em setembro de 1947;

*Papa João Paulo II – Em visita ao Santuário de Aparecida em julho de 1980, consagrou e concedeu o título e benefícios de Basílica Menor ao Santuário de Nossa Senhora Aparecida;

*Dom Aloísio Lorscheider – um dos responsáveis pela implantação da Campanha dos Devotos em 1999, no Santuário de Aparecida;

*Papa Francisco – Durante a sua visita ao Santuário em julho de 2013, rezou a consagração a Nossa Senhora Aparecida lendo, pela primeira vez, a atualização que incluiu a figura do Cristo na oração, reforçando as características de intercessão e de cooperação da Mãe, na obra de Deus.

Reserve aqui seu hotel para visitar Aparecida do Norte

Fonte: A12

Faça um comentário

Digite e aperte Enter para procurar